Open-air schools, écoles de plein air, escolas ao ar livre

https://jornal.usp.br/artigos/open-air-schools-ecoles-de-plein-air-escolas-ao-ar-livre/

Enquanto a vacina não era encontrada e de modo a não alijar a população em idade escolar da frequência às escolas, uma iniciativa surgiu ainda em 1904, na Alemanha e na Bélgica: as écoles de plein air , que ficaram conhecidas nos países de língua inglesa como open- air schools , e, no Brasil, como escolas ao ar livre. O movimento repercutiu mundialmente e, em 1922, era realizado o I Congresso Internacional de Escolas ao Ar Livre, na cidade de Paris. Nele, “a escola ao ar livre foi definida como uma instituição médico-pedagógica para crianças em idade escolar que deveria conciliar as necessidades orgânicas daquelas em estado de saúde mais frágil com a necessidade de instrução, adotando-se uma categorização em quatro termos: aulas ao ar livre, escolas ao ar livre tipo externatos, escolas ao ar livre tipo internatos e preventórios”, como explica o pesquisador André Dalben em artigo publicado na Educação em Revista , em 2019.